sexta-feira, 8 de junho de 2012

INTERVALOS - TEORIA MUSICAL

 
 
Philippe Lobo fez uma aula especial sobre 
"Intervalos". 
Formação dos acordes, 
cifras, escalas e muito mais.

Tutorial: http://www.cifraclub.com.br/aprenda/tutoriais/intervalos/
Enviado por em 30/12/2010
Licença padrão do YouTube

VIAGEM FANTÁSTICA DO CORPO HUMANO - NASCIMENTO E MORTE

 
Parte 1 à parte 8, 
Documentário (COMPLETO) Drauzio Varella 
conta como funciona o incrível processo 
do Nascimento ate á morte


 Enviado por em 14/02/2012
Licença padrão do YouTube 

quinta-feira, 7 de junho de 2012

CORPUS CHRISTI EM PORTUGAL




História
A solenidade do Corpus Christi em Portugal

A instituição da festa do Corpo do Senhor situa-se no movimento desejoso de ver a hóstia e a adorar, que valorizou o momento da celebração em que se faz a narração da Ceia, assinalado pelo toque de campainha e com solenização ritual.

A festa do Corpus Christi, mal traduzida por «Corpo de Deus», mas chamada «Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo», foi instituída na Bélgica em 1246 e aprovada para toda a Igreja latina em 1264, na quinta-feira após a oitava do Pentecostes. Constitui uma resposta de fé e de culto a doutrinas heréticas sobre a presença real de Cristo na Eucaristia, ao mesmo tempo que coroou um movimento de devoção ardente ao Santíssimo Sacramento do altar. Em 1318 já o papa João XXII lhe acrescentava a procissão solene, que a caracteriza por levar em triunfo o «Santíssimo Sacramento».

Portugal não esperou a determinação papal e acolheu a festa pouco depois da sua criação belga. Já há referências para o Porto (em 1294) e para Coimbra ainda no século XIII. O título de «Corpus Christi» aparece em livros da Colegiada de Guimarães (1302), foi dado ao convento dominicano de Gaia (entre 1348 e 1352) e para reparar um ultraje (1361 e 1362) à eucaristia acontecido em Coimbra foi erguida a Capela do Corpo de Deus, cerca de 1367. Em Évora dá o nome a uma travessa (1385). A Confraria do Corpo de Deus da Igreja de São João Bartolomeu  (Guadalupe), em Braga, em 1403 já tinha uma centena de irmãos. Todas as cidades e vilas do reino realizavam com brilho a mais espantosa das procissões.

A procissão dava lugar a representações, como se conhece no tempo de D. Manuel. As manifestações teatrais e os jogos de danças que se juntaram aos cortejos solenes davam lugar a abusos, que foram controlados por determinações diocesanas.

A partir do final do século XV assistiu-se a uma vaga de fundo de ordenação e moralização das procissões católicas que atingiu acima de todas a do Corpus Christi, que na apresentação das diferentes corporações de mesteres ou determinados ofícios acabava por denotar a vida do concelhomas provocava crescimentos espetaculares de representatividade que procuravam fazer chamadas de atenção sobre o poder, económico em primeiro lugar, de alguns dos participantes.

Foto 
 
Tapete de flores para a festa do Corpo de Deus em Torre de Moncorvo

As proibições desta procissão concelhio-religiosa foram muitas e atingiram sobretudo os seus elementos festivaleiros, como o São Jorge, o seu alferes, cavalo e sela, o Dragão, Serpe ou Conca, as danças e folias variadas.
Além da particular exaltação eucarística na Quinta-feira Santa, os acontecimentos mais atribulados da vida social e política e ocasiões de profanações sacrílegas proporcionavam solenes e emotivos atos de desagravo. João Marques sublinha o momento da Restauração como particularmente propício ao recurso do imaginário eucarístico nos sermões e nas narrações de atos litúrgicos. Unia-se a defesa da pátria à comunhão eucarística.
Esta sensibilidade foi contrariada pela separação da Igreja do Estado e pelas orientações do concílio plenário (1926), que conseguiram reduzir a procissão ao meramente religioso e nalguns lugares levaram mesmo à sua suspensão.

 
Foto 
Lisboa, 1908, com a presença do rei D. Manuel II

Confrarias do Santíssimo Sacramento
Conhecem-se entre nós, desde meados do século XV, as confrarias do Santíssimo Sacramento. O compromisso da existente na freguesia de Castro (Ponte da Barca) data de 1457.

Para reagir ao abandono a que se viam destinados tantos sacrários sem veneração, alguns devotos decidiram criar, no convento dominicano de Santa Maria Sopra Minerva (Roma) uma confraria destinada ao culto do Santíssimo Sacramento, com diversos gestos e ações. O papa Paulo III aprovaria esta piedade para toda a Igreja em 30.11.1539. Vários opúsculos espalharam pelo mundo a mesma devoção.

Os testemunhos portugueses são também precoces. Faculdades para criar congéneres são concedidas pelo papado ao cardeal D. Henrique, para Braga (1540) e para Évora, pouco depois. 
 
FOto 
Caminha - Procissão

O alastrar da instituição é rápido durante o século XVI e sofre incremento tridentino (Concílio de Trento). Aos poucos todas as igrejas erigiram estas associações. Foram fundamentais para preservar muito património e zelar pela beleza dos espaços. O ímpeto lançado no povo católico à volta do culto eucarístico é fulgurante de realizações piedosas.

D. Carlos A. Moreira Azevedo, António Camões Gouveia (Dicionário de História Religiosa de Portugal); Diretório sobre a piedade popular e a Liturgia
© SNPC | 06.06.12



Reveillon,carnaval
Semana Santa e Páscoa
Pentecostes traz Corpus Christi

 Profanas e sacras
pra festejar o ano inteiro
- povo em redenção!
Pablo Picasso

Li
 Fonte:
Sejam felizes todos os seres. Vivam em paz todos os seres. 
 Sejam abençoados todos os seres.
 
 

quarta-feira, 6 de junho de 2012

TRÂNSITO DE VÊNUS - UM RARO EVENTO



Trânsito de Vênus: O que é e por que ele é tão raro?

Atualizado em  4 de junho, 2012 - 09:40 (Brasília) 12:40 GMT

O trânsito de Vênus, em que o planeta passa exatamente entre a Terra e o Sol, começará às 22h04 GMT (19h04 em Brasília) desta terça-feira e terminará às 04h55 GMT (1h55 em Brasília).



Fenômeno só deve se repetir em 2117
No momento em que isso acontecer, Vênus aparecerá, visto de alguns locais, como um pequeno ponto negro movendo-se diante da superfície do Sol. No Brasil, poderá ser observado somente no extremo oeste do Amazonas, no Acre e em Roraima.

No vídeo, a apresentadora Liz Bonnin explica como o trânsito funciona e por que ele é um evento tão raro - o próximo ocorrerá apenas em 2117.
Cientistas advertem às pessoas que nunca olhem diretamente ao Sol sem óculos especiais de eclipses e tampouco tentem observar o fenômeno por binóculos ou telescópios, sob o risco de sofrerem lesões oculares.
Que traz para a Terra
este mágico alinhamento?
- um novo viver...
http://1.bp.blogspot.com/-7vFHbcMqezY/T7kmDXHgnEI/AAAAAAAABao/jJJBqcyxx-0/s1600/@raminhoPicasso..bmp
Pablo Picasso

Li
 Fonte:
BBC Brasil
Sejam felizes todos os seres. Vivam em paz todos os seres. 
 Sejam abençoados todos os seres.
 
 

Sviatoslav Richter - Mozart: Piano Concertos, K37 - K175 - K456 - R. Bar...


 
Enviado por em 24/10/2011

Wolfgang Amadeus Mozart

Sviatoslav Richter

Barshai

Excede em brilho

no estilo galante impera

- doce encantamento.

radeir

Licença padrão do YouTube
Sejam felizes todos os seres.Vivam em paz todos os seres.
Sejam abençoados todos os seres.