segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

A CABALÁ VERDADEIRA - Rabino Avraham Chachamovits


 A Cabalá Verdadeira
Rabino Avraham
RABINO AVRAHAM CHACHAMOVITS

O Rabino Avraham Chachamovits é um conhecido mestre de Cabalá e da Chassidut dentro da comunidade Judaica Ortodoxa e fora dela. Autor de vários livros, cds, websites, palestras, ele é hoje o maior expoente da Cabalá absolutamente casher (de acordo com a Lei Bíblica) no Brasil.




Pela Graça de G- d:Eu sou um rabino ortodoxo que ensina Torá e Kabbalah.  

Eu tenho muitas origens formais , incluindo a composição musical, ciência e tecnologia. 

 Todo o meu trabalho é inspirado e feito para G- d. Além disso , eu ensino as pessoas - judeus e gentios de Noé - como corrigir seus personagens através da Torá e se conectar a Hashem . Eu acredito e ensino experiência espiritual real e não a ortodoxa filosófica predominante judaísmo. Apenas ações devidamente retificados fazer diferença positiva no mundo.  

Como tal, " As vidas justo pela sua fé " ( Habakuk 2:4) . 
 É tudo sobre como fazer a coisa certa , sempre.

Minhas composições são todas originais , ou seja, eu parei de ouvir música de outros compositores após a minha pós-graduação em composição há mais de 25 anos atrás.  


Se você se importa  e gosta de ouvir música clássica contemporânea original muito apaixonada e complexa, por favor, seja bem-vindo.

שִׁוִּיתִי יְהוָה לְנֶגְדִּי תָמִידShiviti Hashem l' negdi tamid , 

"Eu Set G- d sempre antes de mim "(Salmo 16:08 ) .

Rabbi Avraham Chachamovitshttp://soundcloud.com/achacham

(Tradução Google)

Muito bem, é preciso definir exatamente que


A Cabalá VERDADEIRA,


É o entendimento metafísico implícito e portanto subordinado aos mandamentos físicos e relatos da Torá sagrada, que foi dada diretamente por D’us ao povo Judeu no Monte Sinai a exatamente 3.320 anos atrás e testemunhado ao mesmo tempo por mais de 2 milhões de pessoas!

Compreende muito mais do que um assunto a ser aprendido, assim, como se fosse uma simples "matéria acadêmica" que qualquer aluno aprende na faculdade e se torna “conhecedor”. Ela constitui um método de práticas que ativa o ‘espírito vivo’ da Torá e revela a sua força oculta dentro de cada palavra e letra sagrada. Ela compreende ativamente um verdadeiro ‘questionamento e posicionamento’ existencial' que jamais termina.

Explica os ‘sentido e as razões’ de se observar os mandamentos da Torá e os Rabínicos.

Trata, revela, e imbui a pessoa com a compreensão dos segredos das ‘leis espirituais’ que verdadeiramente governam a alma humana — seja no nível individual ou coletivo, assim estabelecendo todo o seu desenvolvimento espiritual legítimo.

Revela o plano fundamental de D’us para a Sua criação, e como o cumprimento das Suas Leis (as 613 mitzvot para os Judeus e as 7 para os não-Judeus) existem como ferramentas de ‘retificação do mundo’ — o objetivo básico de união de tudo que existe, espiritual e físico, e do reconhecimento da unicidade absoluta e infinita de D’us.

É o segredo da sabedoria que é estudada e aplicada pelos Rabinos sagrados, mesmo hoje em dia, e que os permitem feitos extraordinários. O maior exemplo atual disso é o Rebe de Lubavitch que tanto ajudou e ajuda o mundo.

É o caminho da meditação mais profunda, antiga, provada, e exclusivamente Divina que permite a união com D’us.

É uma parte do estudo e prática absolutamente essenciais da Torá, oferecendo insights profundos sobre a Torá, assim como os grandes mestres da Cabalá, tais como o R’ Shimon Bar Yochai, o Ari’zal, o Ba’al Shem Tov, entre outros, explicam como fundamental e vitais.

É de fato uma parte integral da Torá e da Halahá (da 'Lei Judaica') de forma a serem completamente inseparáveis. Esotericamente, isso quer dizer que, o recebimento da Luz Divina precisa de um ‘recipiente’ adequado, e assim, a pessoa precisa necessariamente ser observante da Lei Judaica para criar o recipiente ideal, e assim poder de fato estudar a Cabalá (que é a Luz Divina). Caso contrário, a pessoa não conseguirá nada que seja santificado e causará danos espirituais e físicos.

Representa a sabedoria íntima de D’us, algo tão sagrado e profundo que certamente não pode jamais ser tratado com a simplicidade de uso "conveniente" como tantos tratam as falsas e perigosas armas da sitra achra (“o outro lado", as forças do mal), as quais enganam o homem através dos oráculos, divinações, fala com os mortos, etc. É verdade que estas considerações são somente aplicáveis, sob o estrito ponto de vista da Lei Judaica, para os Judeus; pois a Lei Judaica proíbe completamente estes caminhos esotéricos para os Judeus. Mas os Gentios (os não-Judeus) apesar de serem permitidos de ‘adorar outros deuses’ (desde que reconheçam que o poder de D’us é o poder maior e que Ele é único e absoluto Rei do universo) devem buscar se ligar com D’us diretamente e assim evitar a ‘impureza e profanação’ de Seu Nome causada pela ligação com estas forças intermediárias ‘inferiores e impuras’. Estas são todas subservientes a D’us, que as permite apenas existir em Sua grandeza misericordiosa, e que se nutrem justamente através da ‘devoção’ que, por vezes, mesmo os Judeus mais ignorantes (que D’us não permita) e as Nações (os povos não-Judeus), têm por elas.

A Cabalá VERDADEIRA não,...

NÃO
É permitida hoje em dia de ser estuda no seu nível chamado de ”prático”. A Cabalá Ma’asit ("Prática") como é conhecida, almeja a alteração de eventos no mundo através do uso de pronunciamentos dos Nomes Divinos de D’us, da invocação de forças angelicais, inscrições em amuletos, entre outras técnicas. No entanto, o grande mestre Cabalista o Ari’zal, proibiu o uso da Cabalá Ma’asit, pois sem o Beit HaMikdash ("O Templo Sagrado") erguido, e portanto, sem a disponibilidade das cinzas da Pará Adumá (‘Vaca Vermelha’1) para a purifição das pessoas (do Bnei Israel), o uso destas forças através de pessoas em estado impuro torna-se extremamente perigoso para elas mesmas e para a ordem do mundo. De fato, o surgimento de cultos e movimentos absolutamente impuros de Cabalá se deve ao uso inapropriado deste conhecimento. O resultado disso tem sido a corrupção da consciência mundial sobre a própria legitimidade da Cabalá, criando suficiente ‘confusão’ sobre sua pureza de modo a ‘confundir a luz pela escuridão e a escuridão pela luz’. Isso ocorre na medida em que, a identificação correta de sua origem pura e exclusivamente Judaica é adulterada pelas ‘misturas absolutamente impróprias’ que vários cultos, religiões, seitas, e supostos “locais de estudo” propõem (inclusive com a ‘prática e venda’ aberta de materiais sobre a Cabalá Ma’asit); o que tem enganando muitos ignorantes sobre o fato que, a verdadeira Cabalá, demanda, obrigatoriamente, uma ‘vida virtuosa contínua e a aceitação do jugo Divino’ de estrito acordo com a Torá.


 É magia negra. Ela não tem qualquer conexão com o oculto e ela jamais é algo supersticioso.

NÃO
Contém qualquer elemento cultural Grego, Egípcio, etc., ou seja, não-Judeu em qualquer espécie ou grau. Ela nunca e jamais é Cristã, ou Rosacrusiana, Hermética, Maçônica, Pagã, Panteísta, Xamanista, Budista, Bahaista, Tântrica, Teosófica, Teurgica, ou ligada à Mediunidade, Magia, Astrologia, Mitologia, Yôga, Tarô, Feng Shui, Radiestesia, Runas, Bruxaria, Ufologia, Aromaterapia, Cristais, Quiromancia, Sufismo, Búzios, Candomblé, I Ching, Alquimia, Encantamentos, Chakras, Umbanda, Reiki, Cromoterapia, Kundalini, Amuletos, etc, etc, etc!!!

NÃO
Tem portanto qualquer vínculo com as crenças modernas de “new age”, ou religiões orientais. Qualquer alusão a isso através de qualquer material, palestra, Internet, livros, etc, implica obrigatoriamente em charlatanismo e profanação direta do Nome de D’us. Isto é lei Bíblica, leia: desejo de D’us como escrito em Sua Torá Viva!

NÃO
 É apenas uma "filosofia de vida", que possa ser separada da prática integral da Lei Judaica (da Halachá Ortodoxa), portanto e como já explicado, ela não é algo "acadêmico" — algo que se usa quando se quer e depois é “colocado na gaveta” até a próxima necessidade.

NÃO
Pode ser jamais aprendida no mundo secular (novamente, como algo acadêmico), ou de livros escritos por pessoas que não se dedicam a ela com santidade e que elas mesmas “aprenderam” a Cabalá através do mero exercício intelectual. De fato, o intelecto humano não é suficientemente forte para receber a Luz de D’us. Ou seja, Cabalá não existe (somente) na mente. Ela existe no desejo, na fala, nas ações, no comportamento, e acima de tudo, no cumprimento das mitzvot e no estudo da Torá.

NÃO
Pode ser compreendida, a não ser que a pessoa observe a Lei Judaica, pois como explicado, isso faz a pessoa se tornar um recipiente para a Luz e assim, própria para receber os insights da Cabalá.

Resumo
Esqueça completamente a "ideia" que você pode aprender a Cabalá indo a uma livraria e comprando um “livrinho” escrito por alguém não praticante da Lei Judaica. E que assim e desta maneira, após ‘uma os duas’ vezes que você ler este livro, ou ver uma programa na televisão sobre este assunto, você já pode começar a “praticar” a Cabalá. Isso além de absurdo, espiritualmente infantil e simplista, é muito perigoso! Esta mentalidade de satisfação “instantânea” (apesar de muitas vezes compreensível diante das enormes dificuldades da vida) é produto justamente da ‘ocultação’ da Luz Divina no mundo, a qual a Cabalá busca revelar de maneira sensível e profunda.

 NÃO existem soluções simplistas e rápidas para problemas que foram causados por um grande acúmulo de falhas espirituais! O mais importante de tudo é ‘crer em D’us de forma simples e pura’. Nada é mais importante do que isso. Com o tempo e através do estudo profundo e do cumprimento dos mandamentos, das boas ações, e da calma e serenidade, a pessoa poderá merecer a proximidade com a Shechinah ("A Presença Divina") e assim receber os segredos da Torá, trilhando o caminho verdadeiro da santidade através das Suas Leis vivas. E desta maneira, a pessoa estará contribuindo também para a retificação do mundo, o que apressa a vinda do Mashiach, o Redentor que trará a paz eterna para o mundo, e que seja muito em breve em nossos dias, amém.

1 - Um dos elementos essenciais de purificação no Templo Sagrado. Este animal é extremamente raro. Todos seus pelos devem ser vermelhos, sem exceção, e não pode ter carregado um fardo nenhuma vez em sua vida. Quando uma vaca como esta era encontrada, era sacrificada próximo ao Templo, e suas cinzas, misturadas em água e outros ingredientes, eram usadas para purificar pessoas que ficaram ritualmente impuras. Aquele sobre o qual a água era jogada ficava puro, porém aquele que jogava a água ficava impuro, e teria que passar por um processo de purificação. A mitzvá da “vaca vermelha” encontra-se na categoria de “hukim - dogmas”, ou seja, as leis que não somos capazes de entender. 

Existem preceitos que cumpriríamos de qualquer maneira por serem básicas da civilização humana, ou outras que não cumpriríamos sozinhos, mas somos capazes de entender um pouquinho de seu imenso significado. Porém, a “vaca vermelha” esta além de nossa capacidade de compreensão, e a cumprimos por ser a Palavra Divina, que com certeza tem um significado muito especial.


Rabino Avraham RABINO AVRAHAM CHACHAMOVITS

O Rabino Avraham Chachamovits é um conhecido mestre de Cabalá e da Chassidut dentro da comunidade Judaica Ortodoxa e fora dela. Autor de vários livros, cds, websites, palestras, ele é hoje o maior expoente da Cabalá absolutamente casher (de acordo com a Lei Biblica) no Brasil.

"O site da Cabalá autêntica e 100% casher!

Visite: http://www.portaisdacabala.com.br
* TWITTER:
Visite: http://twitter.com/Rabino_Avraham

* BLOG EM INGLÊS:
Visite: http://nahardinur.blogspot.com

* ORKUT:
Visite: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=99377177


VÍDEO-AULAS:

Beshalach 5770
Tensão Espiritual - os dias antes de Mashiach

http://www.youtube.com/watch?v=ExcJgXsoGj4

Shemot 5770
Queremos Mashiach! - tem certeza?

http://www.youtube.com/watch?v=kHtfkuz08-k

Vayechi 5770
Carregadores de bênçãos - a incumbência Divina de abençoar

http://www.youtube.com/watch?v=WXwvGMJ1ImM

Vayigash 5770
Mestres e alunos - almas conectadas para sempre

http://www.youtube.com/watch?v=f1oCH_3Tu-E

Mikêtz 5770
Com o foco no Divino - cuidando do Brit Kodesh

http://www.youtube.com/watch?v=R6L4YaD8TBU

Divinamente Astuto - olhando a inteligência interior de cada coisa. Shiur da parashá Toledot e Vayetsê

http://www.youtube.com/watch?v=kPHasZiZ-2E

Akedat Yitzchak ("Sacrifício de Isaac") - modelo de retificação da psique humana

http://www.youtube.com/watch?v=TinVF8cvBj8

A Cabalá de Sucót

PARTE 1:
http://www.youtube.com/watch?v=3IR76Uj2WyE


PARTE 2:
http://www.youtube.com/watch?v=KP7IvkvHKpc

VEJA TAMBÉM:

Asséret Yemêi Teshuvá 5770
http://www.youtube.com/watch?v=mf68h9tI3x0





O Anjo Caído - Clarice Lispector - ost.

 
 Rabino Avraham Chachamovits
Os Anjo Caídos -54min.

Nesta aula, o Rabino Avraham Chachamovits explica com grande profundidade o assunto dos “Anjos Caídos”, os Bnei Elokim do Gênesis capítulo 6. Esta aula é arrebatadora, pois re-explica até mesmo o Mabúl (“dilúvio”) da geração de Nôach (“Noé”), e indica que existem sérias conseqüências para a humanidade ainda hoje. Além disso, esta aula de
Cabalá legítima (junto com a áudio aula, “Proteja-se do Oculto”), iniciam o montar de um gigantesco quebra-cabeças vital para a compreensão do estado em que se encontra o mundo hoje.


 
 Rabino Avraham Chachamovits
Outras Dimensões - 63min.

 
 Rabino Avraham Chachamovits
Atração Fatal - 35min.

 
 Rabino Avraham Chachamovits
Vayigash 5772 - 68min



clique no link para baixar a palestra, e , depois , é apenas ouví-la..
http://www.portaisdacabala.com.br/video-aulas/23-02-2010.exe

http://estudodatorah.no.comunidades.net/index.php?pagina=1287751866

Sejam felizes todos os seres. Vivam em paz todos os seres.
 Sejam abençoados todos os seres.

2 comentários:

Anônimo disse...

Jesus conhecia e sabia cabala. E os cabalistas sabem coisas sobre ele e quem realmente foi esse personagem que surgiu

Marcos Antonio disse...

ALGUÉM TEM E PODE ME CEDER A PALESTRA: Rabino Avraham Chachamovits
Outras Dimensões - ?